Ouvir Música

Eu Quero É Ser Amada

Leila Pinheiro

Eu quero é ser amada assim
Urgentemente
Com essas palavras minhas
Porque bela é a palavra
Do poeta que eu não sou
Porque bela é a palavra
Do poeta que eu não sou
Outras palavras são outras causas
É tudo forma e se transforma
Cada um é único
São outras caras
Outras taras
Outras falas são

Eu quero é ser amada
E não quero dizer outra coisa
Com outra palavra, não, não, não
E não quero dizer outra coisa
Com outra palavra, não
Porque bela é a palavra
Do poeta que eu não sou
Porque bela é a palavra
Do poeta que eu não sou

Não se venda o olho que vê
Não se venda, não, não, não, não
Pensar em John Lennon, é pensar
Não se vende
E alguém pensa no meu ouvido?
E alguém pensa no meu ouvido?
No Rio de Janeiro ou qualquer parte
Amar-te
No Rio de Janeiro ou qualquer parte
Amar-te

Eu quero é ser amada
Eu quero é ser amada
Assim, com essas palavras
Claras como a cara do poeta
Como o tempo que não pára
Não, não, não pára
Minhas, as palavras são essas
Belas são as do poeta
Eu não sou poeta
Eu quero é ser amada
Eu quero é ser amada
No Rio de Janeiro ou qualquer parte
Amar-te
No Rio de Janeiro ou qualquer parte
Amar-te

Eu quero é ser amada
Eu quero é ser amada...
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados