Ouvir Música

Cantada Cantada

Marcos Castro

Quero pintar a parede do seu útero de branco
Com uma mãe que nem você
Eu mamaria até os trinta anos

Quer trocar chocolate?
Eu te dou sensação, você me dá sem parar

Me dá seu anel precioso que eu te Frodo
Você não é chão molhado, mas eu te passo o rodo
Meu tesão por você é que nem diarreia, não dá pra segurar

Seu pai é mecânico? É que você é uma graxinha
Eu quero botar o catupiry nessa coxinha
Eu sou o pirata e você é o tesouro: Será que eu posso enterrar?

Sua roupa fica linda ao pé da minha cama
Você gosta de peixe? Sou moleque piranha
Você não é Mario Kart, mas na minha banana você pode rodar

Eu sou um poeta incompreendido
Eu só quero te ter, mas eu não consigo
Eu sou rico, mas posso ficar duro em segundos
Posso dar um joinha
Na sua porta dos fundos

Eu sou um poeta incompreendido
Eu só quero me-ter, mas eu não consigo
Eu não tenho carro nem tenho navio
Mas se você quiser posso dar um jatinho

Você não é farofa mas vou passar linguiça
No meu estábulo você é a égua que mais relincha
Eu sei que não posso traçar meu destino, mas você vou traçar

Você é um pretérito muito mais que perfeito
Você não é minha chefe, mas me deu um aumento
Você não é roupa amassada
Mas o ferro eu vou ter que passar

Eu sou um poeta incompreendido
Eu só quero te ter, mas eu não consigo
Eu sou rico, mas posso ficar duro em segundos
Posso dar um joinha
Na sua porta dos fundos

Eu sou um poeta incompreendido
Eu só quero meter, mas eu tô fodido
Eu não tenho carro nem tenho navio
Mas se você quiser posso dar um jatinho
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados