Ouvir Música

Cachorro Ladrão

Marcos Violeiro e Cleiton Torres

Ali bem na porta de uma padaria
Entre a freguesia apareceu um cão
Era muito magro e sem pedigree
Começou a latir rolando no chão
Até parecia que o pobre cachorro
Pedia socorro e também compaixão
Aquele padeiro insensível, ateu
Ao cachorro não deu nenhuma atenção

Cachorro sentindo que não tinha chance
De ganhar um lanche entrou em ação
Rangendo os dentes enfrentou o padeiro
E num pulo certeiro subiu no balcão
Usando o instinto da mãe natureza
Roubou da bandeja metade de um pão
Num grande relance correndo saiu
E logo sumiu virando o quarteirão

O moço padeiro ficou revoltado
Disse indignado: Eu vou te pegar
Cachorro sem dono, ladrão, ordinário
Amanhã no horário, sei que vai voltar

E no outro dia o cachorro voltou
Outro pão pegou no mesmo lugar
Aquele padeiro num gesto banal
Naquele animal atirou pra matar

O primeiro tiro acertou no pescoço
E o outro no rosto do pobre animal
Que saiu correndo, mas foi perseguido
Pelo enfurecido padeiro afinal
Que viu o cachorro chegar se arrastando
Na boca levando o seu cereal
Para um menino órfão de pais
Que enfermo no cais estava tão mal

E vendo o cachorro morrendo e ganindo
Entregando ao menino aquele alimento
Aquele padeiro não acreditava
Que o pão que roubava era pro sustento
Daquele menino que estava com fome
E o bicho homem chorou no momento
Ao ver o cachorro morrer sem saída
Pra salvar a vida de alguém no relento

E aquele padeiro se ajoelhou
E o menino abraçou com tanta agonia
Chorando pediu perdão ao senhor
Pelo desamor e sua covardia
Aquele padeiro se regenerou
E o menino adotou e assim dizia
Voltarei ser cristão porque fui um profano
O cão foi mais humano do que eu fui um dia
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados