Ouvir Música

Sementes da saudade

Maria Clementina

Era uma vez um passado e talvez
Fosse então fruto da recordação
Sol e avidez, areais, ombros nus,
Em cada chão sementes de Verão

Au revoir lividez, tristes tigres da tez
Tenra idade, o fruto da vontade
À esperança que vês, não lhe chames prenhez
Na verdade são sementes da saudade

E podes germinar aqui ao meu lado
E não terá que ser num sentido figurado

Não partiste de vez:
Segurei-te a raiz
Estou feliz, felizmente estás contente
Mas foi outro o final
Tu partiste e não faz mal
Afinal, és gente com semente

Reis dos bongós, mais bonés, pés que vês
Já cá estão os frutos da estação
Mães p'ra o país, eis que jaz a má rês
Venham mais sementes estivais

Se estio é trono, porque é que te levantas?
Sementes régias, (Ai) são grainhas santas

Não partiste de vez
Segurei-te a raiz
Estou feliz, felizmente estás contente
Mas foi outro o final:
Tu partiste e não faz mal
Afinal, és gente com semente.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados