Ouvir Música

Recordando o Tempo Antigo

Marinês Siqueira

Peço licença pra cantar um xote antigo
Que ainda trago comigo na garupa dos pessuelos
Mando um abraço pra campanha e pra cidade
E junto vai a saudade e o meu canto por sinuelo

Me agrada um xote compassado e bem tocado
Pra dançar afigurado nos bailes do meu rincão
Um xote bueno destes de parar rodeio
Com floreios pelo meio pra alegrar o coração

Rio Grande velho do amargo e do churrasco
Dos fletes batendo cascos cortando léguas de chão
Minha querência das campinas orvalhadas
Que eu trago emoldurada num quadro no coração

Rio Grande velho do amargo e do churrasco
Dos fletes batendo cascos cortando léguas de chão
Minha querência das campinas orvalhadas
Que eu trago emoldurada num quadro no coração

É coisa linda uma cordeona missioneira
Numa bailanta campeira onde se encontram amigos
Ver a alegria da peonada sapateando
E o Rio Grande vai guapeando no velho sistema antigo

Gosto do xote com jeito de antigamente
Destes que mexem c'o a gente revivendo uma saudade
Um xote velho que tenha cheiro de terra
Orgulho de pampa e serra, campeiro barbaridade

Rio Grande velho do amargo e do churrasco
Dos fletes batendo cascos cortando léguas de chão
Minha querência das campinas orvalhadas
Que eu trago emoldurada num quadro no coração

Rio Grande velho do amargo e do churrasco
Dos fletes batendo cascos cortando léguas de chão
Minha querência das campinas orvalhadas
Que eu trago emoldurada num quadro no coração

Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados