Viver No Marasmo Não Vou

Marta Nascimento

Viver no marasmo não vou
Eu mato um leão a cada dia
Tristeza eu jogo pela janela
Só com ando com sorriso e alegria
Se o dia amanhece meio escuro
E a noite se prepara pra chover
Eu pego um cobertor lá na gaveta
Procuro logo fogo pra acender
Se água acaba eu chupo gelo
Não entro em desespero sem motivo
Se o barco afundar eu uso os braços
Pra nadar no oceano e sobrevivo
A guerra que faço é de paz
Nas balas de canhão coloco rosas
Meu grito de guerra é poesia
Minha ordem de ataque é verso e prosa

No meio do deserto sobrevivo
A energia positiva esta em mim
Com duas pedras eu ateio fogo
E tiro alimento do capim
Na minha caminhada não estou só
A força que me guia vem de Deus
Procuro vida nova a cada dia
Pois viver no marasmo não vou
Viver no marasmo não vou
Eu mato um leão a cada dia
Tristeza eu jogo pela janela
Só com ando com sorriso e alegria
Viver no marasmo não vou
Eu mato um leão a cada dia
Tristeza eu jogo pela janela
Só com ando com sorriso e alegria
Solo
Fim
Viver no marasmo não vou
Eu mato um leão
A cada dia!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados