Vergonha Pra Mídia

MC Kevin

Olha, o tormento é um tapa na cara
Pocas ideias, vergonha para mídia
Ter que colocar o cusão do Datena no ar
E falar que os mandrake deu perdido na polícia

Olha, o momento é um tapa na cara
Poucas ideias, vergonha para mídia
Ter que colocar o cuzão do Datena no ar
E falar que os mandrake deu perdido na policia

Ói, no pião de vida loca, tô de moletom e toca
Acabou meu plantão na boca, vou pro baile curtir
Destino é casinhas
Dei um salve nas novinhas
Se trombrar com os coxinha, eu falo que sou MC Malokeiro
Favelado, bem trajado e o bolso com dinheiro
Tô fumando altos baseados com os parceiros
Nóis atividade, menor de comunidade
Se tentar atrasar meu lado eu vou atrasar o seu primeiro

De Glock na sinta e o jacaré no peito
Tô levando a vida desse jeito
Mais respeito, nóis é gueto vive no caminho estreito
Antes de entrar pro crime, pros coxa já era suspeito

E que se foda, brota aqui, mano, bota a cara aqui
Cês não aguenta tudo que eu vivi
Não imagina o que eu vi e os amigos que eu perdi
Nóis vive um tipo de coisa que se sabe quem é daqui
Os menor cresce revoltado contra o estado
E depois na mídia passa como se nóis fosse errado
Seus sistema é de safado, aperta pro meu lado
Então que se foda, vai pro chão e passa os placo
E fuga nós bota de meiota
Toca a rota pás casinha do mal
Na zona leste sempre é nóis que toca
Eu tô no meu quintal

Olha, o tormento é um tapa na cara
Pocas ideias, vergonha para mídia
Ter que colocar o cuzão do Datena no ar
E falar que os mandrake deu perdido na polícia

Sou kamikaze, me jogo na base e faço meu free
É um sentimento que invade pela alma de cada MC
E a cada quebrada que eu passo me passa a alma dali
Isso que me deixa acordado igual fumar crack e tentar dormir
Eu componho e zé povinho fala e não sabe o que eu vi
O que eu faço com rap até sabotagem a sorrir
Faixa de gaza, tô em casa
Deixa os mandrake curti
Eu já subi quantas lajes que esses covardes ia fugir
E eu apanhei para virar homem
Eu sei o que eu suei pá honra o nome nog
E novinha ainda tem que interferir não quer me ver bem
E se morde bico tem pra usar 99
Porque sei que é ela que serve ou deve
Quase sei um revólver sorte evitei várias mortes no rap
Salve pros irmãos sistema vai oprimir mais corpos no chão
Mídia não ta nem aí, então quantos por em vão derrubo
Meu reneci pela paz que eu vi mais deixei eles tenta subir

Eu vim do funk, sou favela
Mato e morro por ela
Bolado na biqueira e trajado no rádio
Vida era loca minha época verdadeira quarentena
Duvido que você aquenta um tiro ou um tirin
Proporciona a droga e bala na boca não grita
Menorzin com quinze com a ponto quarenta
Vai na micha nave gringa aberta com uma ferramenta
Favela do vila ed chave de cadeia
E aí, veinho, fica calmo
Isso é um assalto, mas vê se fica calmo
Levo sua alma pro outro lugar
Se tiver que atirar
E Deus leva meu outro pedaço
Meu passado não me condena
Não tenho orgulho dele, mas a vida ensina, esse é o dilema
Estou curado e assalto outra cena
Coração de vagabundo, quem diria, no som referência
E aí, veinho, fica calmo
Isso é um assalto, mas vê se fica calmo
Se tiver que atira e Deus leva meu outro pedaço

Menor cheio de ódio na boca trafica
Pesadão de Glock, dia de plantão
Camisa de time pochete na cinta
Postura na fila, ou pega o seu e pião
Bate no radio vai subi polícia
De cima pra baixo nóis não erra não
Engatilha, atira, verme tá na mira
Só de red chok ta em chok cuzão

Pá pum, pá pum
Droga vende rende mais que banco do Itau
Pá pum, pá pum
Policia prende, e pra eles só mais um

Pá pum, pá pum
Droga vende rende mais que banco do Itau
Pá pum, pá pum
Policia prende, e pra eles só mais um

Ala dos mandrake sou da zack narch
De meia meia um thour na favela
Onde os peixe grande aqui é os tubarão
Vende entorpecente em todas as viela
Passa no sinal vermelho
Quatro capanga no I30 preto
O destino aqui e só um
Roubar a casa da filha do prefeito
No porta mala tem um parafal
Olha o arsenal
Tomar dinheiro de quem tem dinheiro
E amanhã e nóis na tela do mal

Olha, o tormento é um tapa na cara
Pocas ideias, vergonha para mídia
Ter que colocar o cusão do Datena no ar
E falar que os mandrake deu perdido na polícia

Olha, o tormento é um tapa na cara
Pocas ideias, vergonha para mídia
Ter que colocar o cusão do Datena no ar
E falar que os mandrake deu perdido na polícia

Lembrei da bikelet evolui pra hornet
O amor dela era só se eu saca espescie
Me envolvi com a piriguete
Que e lá do vila red
Gostosa do Senai, levei na interweb
Então vamo pro pião se ta com o tubarão
Vem conhece o pacifico mais nem se perde não
O carro e bindadão, só pelo silicone
Já sei sua intenção
Famosa é da moda, daquela que os fã gosta
Faz vídeo com biquinho
Objeto pouco importa
Gostosa é famosa daqueles que o fan gosta
É o DJ boy
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados