Criança Abandonada

Monalisa

Oh, mamãe
De mim ninguém tem dó
Oh, mamãe
Estou sofrendo tão só

Eu era tão pequenina
Quando mamãe me deixou
Nas ruas fiquei vagando
Tentando encontrar amor

Ninguém não me acolhia
Eu não tinha lugar pra ficar
Dormindo na sarjeta fria
Sem pai, sem mãe, sem um lar

Oh, mamãe
De mim ninguém tem dó
Oh, mamãe
Estou sofrendo tão só

A minha fome crescendo
Meu drama ficando maior
À noite exposta ao frio
De dia exposta ao Sol

Até ser entregue a um homem
Chamado juiz de menor
Fui ser uma prisioneira
Mas pra mim foi muito melhor

Oh, mamãe
De mim ninguém tem dó
Oh, mamãe
Estou sofrendo tão só

Fiquei no juizado internada
Igual uma prisioneira
Estudando dias e noites
Sonhando ser uma freira

Pra cuidar das crianças pobres
Carentes do mundo inteiro
Pra cuidar das crianças pobres
Carentes do mundo inteiro

Oh, mamãe
De mim ninguém tem dó
Oh, mamãe
Estou sofrendo tão só

Vou realizar o meu sonho
E no convento ingressar
Eu vou seguir a Irmã Dulce
E da pobreza cuidar

Também cuidar de mamãe
Se um dia ela encontrar
Ela não quis me dar seu amor
Mas eu tenho muito amor pra lhe dar

Ela não quis me dar seu amor
Mas eu tenho muito amor pra lhe dar

Oh, mamãe
De mim ninguém tem dó
Oh, mamãe
Estou sofrendo tão só

Oh, mamãe
Fiquei sabendo, por boca da vizinha
Que a senhora várias vezes tomou remédio impedindo que eu viesse ao mundo
Mas, graças a Deus, consegui nascer
Já estou grandinha, já sei ler e escrever
E um dia vou ser alguém na vida
É dever de todos os filhos cuidar de seus pais

Oh, mamãe
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados