Uma Questão de Nervos

Nerve

É tudo uma questão de nervos,
Estes gajos continuam a atirar-se de prédios,
Não percebo, estações de metro, escadas rolantes, rotina, stress,
Fast food, smock???, poluição, multibancos, tirantes???, caos???,
Sou um tipo relaxado na esplanada,
Entretido a ver formigas atarefadas,
Cansadas do trabalho a businarem por seguidas,
É hora de ponta a levar a última chapada do dia,
Devia? não, não devia gozar com essa vida,
Mas tou a aproveitar enquanto não vivo a mesma rotina,
Deixem-se de tretas, eu tambem tenho os meus problemas,
Só que eu também sei relaxar é essa a diferença,
E pensando bem, talvez a até relaxe demais,
Vida profissional: nunca vou sair da casa dos pais,
Vida pessoal: não tenho pachorra para lamurias,
Vida sentimental: tou ocupado a fazer música,
"- ya boa desculpa!",
Ei, a culpa não é minha, tardamente inadaptado,
Sou incapaz de me habituar, a esta rotina, a estas luzes,
A estes prédios, a estes carros, a este barulho, a este fumo, estas filas, esta cidade,

É tudo o quê?
Tudo uma questão de nervos, questão de nervos,
Emprego - casa, casa - emprego,
É tudo o quê?
Tudo cimento, tudo deprimente, tudo doente, tudo dormente,
É tudo uma questão de nervos
(x2)

Viciados na rotina escapam ao stress com drogas,
Enquanto os dias passam descobrem mais escapatórias,
Estes robots não param nem sequer para me dizer as horas,
Os únicos robots que falam é para me roubarem o telemóvel,
"- o crime jovem sobe!",
Ya, obrigado sherlock,
Parece que o super-homem andou ocupado com o robocop,
Nos copos, sufoco, submerso em dúvidas,
Mas duvido que dúvidas passem com substâncias duvidosas,
"- perigosas!",
Sente a melodia de carros patrulha,
A vida aqui é fluminante e eu ando em slow motion na rua,
Alienado com viaturas super-sónicas,
Semáforos, fluorescentes, neons, realidade 'tecnicola',
Esmola peço???, durmo em bancos, grito com espasmos,
Fico parvo e provo que esta cidade muda um gajo,
Porque um gajo não é de ferro e isto é tudo ferro e cimento,
Nunca vou tar 100% mesmo integado, lamento,
Um brinde à modernamente???, amanhã está ultrapassada,
Cidade destorce e actualiza a mente desta escumalha,
Esta cidade mata e se queres perder o medo
Aguenta e relaxa é tudo uma questão de nervos

É tudo o quê?
Tudo uma questão de nervos, questão de nervos,
Emprego - casa, casa - emprego,
É tudo o quê?
Tudo cimento, tudo deprimente, tudo doente, tudo dormente,
É tudo uma questão de nervos
(x4)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados