Ouvir Música

Preconceito

No Haole

Preconceito

Letra: Fernando/Luiz Adriano Arranjo: no Haole

Existem cores diferentes, mas nenhuma inferior
Capacidade e direito não tem nada a ver com cor
Nem todo branco é sujeito, nem todo preto suspeito
A verdade é que tem que parar com o preconceito!

Nossos sangues são vermelhos
Farinha do mesmo saco
Não se faça um jumento
Não se jogue no buraco

Já to cansado dessa droga, preconceito do cão!
O que precisa nesse mundo é um pouco de união
O preconceito não é algo que só rola pela cor
Rola até pelas idéias e pela roupa que se põe

Se boto uma roupa velha ou um tênis baleado
Todos já me olham torto falam que eu to drogado
Me criticam pelas idéias que fluem na minha mente
Mas eles não se tocam que estão sendo incoerentes!

O dinheiro também é algo que nos faz diferenciar
Só porque você tem mais, vem querendo me humilhar
Não tem problema meu amigo, to tranqüilo, to na minha
Se pra você dinheiro é tudo, pra mim ele é areia!

Já tentaram me julgar, me chamar de revoltado
Só porque eu luto contra aquilo que ta errado
Ta errado eu to vendo e já não posso aturar
As diferenças sociais nesse lugar já ta demais

Falo com todas as palavras
Nunca que eu volto atrás
Eu vou falar que o preconceito eu não aturo nunca mais.......



Nossos sangues são vermelhos,
Farinha do mesmo saco
Não se faça um jumento,
Não se jogue no buraco
Deixa de racismo e de preconceito
Não me venha com essa idéia o que interessa ta no peito.....!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados