O Aniversario do Meu Pai

Os Dois Mineiros

Dia 8 de setembro eu voltei por uma trilha
Numa casa no interior onde a estrela ainda brilha
Reuniu neto e bisneto e também filhos e filhas
Cheguei na pequena casa hoje com pouca mobília
Vi meu pai ali sentado pelos netos rodeados
Como sempre ao seu lado o seu radinho de pilha

Abracei meu velho mas pedi bênção primeiro
Preferi ficar calado e escutar meu conselheiro
Que lembrando seu passado que foram tantos janeiros
Falou de suas proezas que também foi violeiro
Recordando a juventude que esbanjava saúde
Confesso que ainda pudi ouvir casos verdadeiros

Me falou de pescaria e caçada pelos campos
Falou da roça de milho e de seu cavalo branco
Nessa hora os seus olhos banhou seu resto em pranto
Meu filho eu passo as horas sentado nesse barranco
A casinha silenciava meu irmão também chorava
Ao ver que meu pai estava sentado no velho banco

Nessa hora a família querendo fazer surpresa
Papai vem aqui pra sala contemplar essa beleza
Um bolo de aniversário com as velinhas acesas
Pode fazer um pedido Deus lhe atende com certeza
Meus filhos eu me lembrei da mãezinha de vocês
Que se apagou de uma vez igual as velas desta mesa

Hoje pude ver meu pai com seus filhos reunidos
Completar 90 nos isto faz muito sentido
Qual o mocinho do filme lutando contra o bandido
Infelizmente o tempo aos poucos tem lhe vencido
Apoiado nos meus braços conseguiu mudar os passos
Lhe dei um beijo e um abraco e fui chorar escondido
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados