Zé do Caixão

Pecadores

O inferno fez festa quando ele nasceu,
Com o seu choro a terra estremeceu
Herdou da família o negócio da morte
Um pequeno órfão sem sorte

Não tinha amigos na escola,
Não brincava... Nem jogava bola...
Cresceu com livros e a solidão
Veio se tornar o Zé do Caixão!

Havia uma mulher superior
Sara era o nome do seu amor
Mas a guerra veio então separar
Obrigando Zanatas lutar!

Zé do Caixão

Ao voltar da batalha, um dia
Encontrou sua cidade vazia
Procurou por Sara e não encontrou
Com o prefeito a cadela se casou

Ele se vingou no mesmo dia
Matou o cão e sua vadia
Deu 2 tiros, e assoprou o a pistola
Girou e saiu de capa e cartola

Está noite encarnará teu cadáver
A meia noite levará tua alma
Ele é o rascunho de toda maldade
E matará sem dó nem piedade!

Zé do Caixão
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados