Multicultural

Pentágono

É fenomenal, multicultural
Tem limão tem sal, tem dance tem hall
Tem a marginal, tem homens de mal
Tem homens á mil, na, cidade de mil, grau
Cidade de mil, grau... Mil grau
Cidade de mil, grau... Grau... Grau

Vejo pessoas correndo, lutando em meio á fumaça
Cidade em movimento, corre vai não dorme não para
24 horas por dia, faz a volta pega a Paulista
Trânsito para mó fila, do Iporanga á Bela Vista
Tem dance tem hall, tem, tem rap tem rock, tem
Tem mangue tem bit, tem, tem reggae tem xote
Multicultural, multicolorida, rua, avenida, milhões de pessoas
E milhares de histórias de vida
Cinza, é a metrópole espetacular
Jinga, que é pra ela não te derrubar
Minha cidade, meu palco, asfalto, concreto
O novo e o velho, mixados em um só lugar

[M.Ssário]
Essa de mil, várias cultura emergiu
Vários castelo caiu, e as opção se expandiu
São vários homens a mil, é militar ou civil
Alguns que já sucumbiu e outros que evoluiu
Cidade grande, representa oportunidade
São vários imigrantes, em busca de dignidade
Sê vê logo no semblante, quem tem capacidade
Mas também tem os militantes, em busca da verdade
Isso aqui é uma selva assim, mesmo assim me sinto só
Na procura do din din, cada um no seu B.O
Disposição do início ao fim, sempre assim é sem dó
É o que todos tão afim, encontrar o seu melhor

É fenomenal, multicultural
Tem limão tem sal, tem dance tem hall
Tem a marginal, tem homens de mal
Tem homens á mil, na, cidade de mil, grau
Cidade de mil, grau... Mil grau
Cidade de mil, grau... Grau... Grau

[Rael]
Tem várias direção, prédios em construção
Várias combinação, várias variação
Mó miscigenação, tem corte tem ação
Tem morte tem tensão, tem mês que é só pressão
Várias aviação, vários na detenção
Tem samba tem canção, tem funk boladão
Trabalhador ladrão, moto-boy á milhão
Tem boy tem facção, vários em contração
São mil, coisas que se tem para fazer, vários truta
Várias treta que temos pra resolver
Corrê, porquê, é o ritmo dela
Porque se nada fazer você fica á margem dela

[Massal]
És imponente, se faz, ambiciosa quer mais
Parece gente porém, és monstruosa demais
Meticulosa também, sem horizonte, cinzenta
Maliciosa aonde se esconde a alma sedenta
É luxuosa e ostenta, não para com os que só tenta
É nobre com quem aguenta pressão, quando fomenta a função
A multidão que sustenta, atenta a situação
Uma junção que concentra angustia e satisfação
É José, é Maria, é notório Alphaville
E a favela é simplória a história, a cidade não para
A cidade só cresce, nada se compara ao que se conhece

É fenomenal, multicultural
Tem limão tem sal, tem dance tem hall
Tem a marginal, tem homens de mal
Tem homens á mil, na, cidade de mil, grau
Cidade de mil, grau... Mil grau
Cidade de mil, grau... Grau... Grau

Jah
Iluminai todos que vivem nessa cidade que traz disposição
A todas as mentes e corações, a todas as multidões e miscigenações
Bless
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados