A Beira Da Calçada

Porão 365

Hoje o dia parece estar calmo
Crianças brincam felizes no parque
A chuva passou e veio o sol
É mais uma tempestade que parte

Mas meu tornozelo dói
E a ferida não cicatrizou
Este tumor é grande e corrói
E o eterno há muito tempo cessou

Mas o céu está aquecido agora
As núvens escuras já foram embora
Sobraram destroços, mas acendo um incenso
De que vale a vitória se o massacre é imenso?

Um dia disseram que se eu quisesse aprender
Deveria sentar-me na calçada e ver
O simples da vida na pureza do ser
Nascer, viver, amar e morrer

Mas a dor no tornozelo não passa
Perdi muito tempo com medo da vida
Uma atitude como essa é ingrata
E não há mais remédio pra curar a ferida

Mas agora estou sentado à beira da calçada
Um par de meias aquece meus pés
Não tenho medo da vida. De mais nada
Se nasce, se vive. Se ama, se morre
Hoje eu sei.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados