Juventude Alienada

Protesto Suburbano

Jovens armados e covardemente
Procuram mais um alvo inocente
Que se debate desnorteado
Sendo espancado por tanta gente
Um índio queimado já morreu
E os filhinhos de papai continuam soltos
Pois eles o queimaram por brincadeira
Sem saber que o fogo arde, dói e queima

Juventude alienada
Gangues de playboys comem mendigos na porrada

Playboys de carro, com galera
Batem em quem seu ônibus espera
Nas esquinas da cidade
Confrontos de gangues à meia noite
Com armas, pedras e pau na mão
Batem em um só, por covardia
Parece até que não têm família
Essa juventude hipócrita e covarde
E ainda há quem diga que são inocentes
Mesmo tendo espancado tanta gente

Juventude alienada
Gangues de playboys comem mendigos na porrada
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados