Ouvir Música

Duas Caras

Quartel 469

Dás-me uma mão, com outra espetas-me nas costas.
Há quem te queira foder mas dá-te um abraço
Inverte-se a questão, desta vez só te deixa a mão e o braço.
Pessoas com dupla identidade e só um B.I.
Hoje mostram-te os dentes, amanhã "não te reconheci"
Otários, vestem duas ou mais caras, quê!
Agora é dread, agora é vip ou g, vê com quem paras
Pode ser quem te sirva de suporte quando tombas
Ou também quem te chule a festarolas e noites longas
Não vou em coros, nem expressões forçadas
Prefiro andar tranquilo, consciente, mãos sempre lavadas
Não borro a cara por nada, nem personifico personagens
Ao contrário de quem vive filmes e expõe as metragens
Quando falam verdade, conseguem mentir o dobro
Depois ninguém acode quando os houve a pedir socorro
Essa identidade dupla, não vos ajuda
Já nem vos dou mais trela, pá, deus vos acuda.

Fica atento a quem te queima e não reparas
Essa gente vem com intenções bizarras,
Já não há quem venha, pra aqui de mão lavadas
Identidades trocadas, pessoas com duas caras

Eles andam aí, com risos a mostrar dentes do siso
Como putas que só por euros se fazem ao piço
Esquece esse sorriso, e toma isto como um aviso
Gente que se ri forçadamente para mim não preciso
Esta directa é pra quem, direccionado a mim vem
Tem duas caras mas nem, sequer uma vida tem
Eu não sou assim porém, conheço aí mais de 100
Personagens desse tipo e distingo-as bem
Eu não sou bruxo mas sei o que é falsa simpatia
Vai à tua vida e leva a tua amiga hipocrisia contigo
Porque não sou teu amiguinho
E se me estendes a mão, sujeitas-te a levar com a minha no focinho
O teu problema? falta de personalidade
Tens duas caras, com duas chapadas fica em metade
A pureza que tinhas, a hipocrisia fodeu-ta
Não venhas pra minha beira, sou eu o teu terapeuta.

Existem caras e caras, caras reais e lavadas
Ou então caras com duas, são caras multifacetadas
Dessas duas caras há sempre uma que fica escondida
Por trás da que te sorri há outra que te fode a vida
Mas eu, cá não me identifico com esse tipo de gente
Fico cá no meu sítio, defensivo e atento
Porque essa gente que passa e levanta a mão a sorrir
É a mesma gente que dava tudo para ver o meu mundo ruir
Já disse caras são caras, tu tem cuidado com quem paras
Existem falsas palavras e bocas contaminadas
Há muitas caras mascaradas ao contrário do que julgavas
O mesmo com quem andavas foi autor dessas facadas
Dadas, por trás meu mano, sem que dês conta de nada
Simpatia na cara, nas costas a ponta da espada
Repara bem nessa gente, porque ela mano até dava
A vida dela só para ver a tua na merda enterrada
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados