Armadilha do Ó

Régis e Raí

Quando o sanfoneiro é bom, não tem briga no forró
Mulherada cai matando e o homem não fica só
A safadeza lidera e a gente molha o gogó
Mulherada na cerveja fica facinho de ó
Ó ...ó ...ó ...ó .... ó ... ó ...ó ...ó ...ó .... ó ...
Mulherada na cerveja fica facinho de ó


Quando o bailão esquenta levanta poeira do chão
Aí já tem gente ó...pelos cantos do salão
E a mulher sai a procura de esquentar o mocotó
Chega intimando a gente pra sair com ela e ó
Ó ...ó ...ó ...ó .... ó .... ó ...ó ...ó ...ó .... ó
Chega intimando a gente pra sair com ela e ó


Quando chega a madrugada quase na hora de ir embora
É ó por de traz do muro ó la dentro ó la fora
Aquele que exagera e cai de boca no copo
De bebado não tem dono é facil chegar um e ó
Ó ...ó ...ó ...ó .... ó ... ó ...ó ...ó ...ó .... ó
De bebado não tem dono é facil chegar um e ó


Tem mulher que é esperta quando termina o forró
Só pra ganhar uma carona diz que mora com a vó
É aí que voce cai na armadilha do ó
Marido dela abre a porta te pega com ela e ó
Ó ...ó ...ó ...ó .... ó ... ó ...ó ...ó ...ó .... ó ...
Marido dela abre a porta te pega com ela e ó
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados