Hino Brasileiro Sincero

Revolução

Meu país é um negócio para poucos
Paraíso de bandidos e loucos
Hoje tem festa para comemorar
Os sonhos que poucos podem comprar

O penhor de sua desigualdade
São a preguiça e a maldade
Poucos aqui tem sorte
Certo para todos apenas a morte

O povo vive muito ocupado
Com tantos erros por todo lado
Vejo tiros no escuro
No céu estrelado de uma país sem futuro

E a tristeza em meu rosto
É o preço de mais um imposto
Mas me alívio com a fantasia
Do grande prêmio da loteria

Se tivesse dinheiro mudaria esse país
Mas antes tiraria umas férias em Paris
Se tivesse poder faria tudo de outro jeito
Faria amizade com a policia e o prefeito

Preciso de emprego para os meus amigos
Pobreza tanto faz, não sou o pai dos mendigos
Ordem e progresso para mim e minha família
Justiça: Cadeia para todas as outras quadrilhas

Propina, propina quem precisa de propina?
Propina, propina quem precisa de propina?
Quem atrapalha o esquema a gente elimina
Quem atrapalha o esquema a gente elimina

Todos falam mal de mim
Mas a culpa não é só minha
Quem aqui nunca precisou de uma ajudinha?
No reino dos corruptos
Eu sou o primeiro
Se tentarem me parar levo junto
O país inteiro

Está tudo muito bem
Está tudo tão legal
Mais um dia feliz
No paraíso tropical

Está tudo muito bem
Está tudo tão legal
Mais um dia feliz
No paraíso tropical

Para cada probleminha
Um copo de cachaça
Eu dou um jeitinho
E tudo se encaixa

Está tudo muito bem
Está tudo tão legal
Mais um dia feliz
No paraíso tropical

Avisa em brasília
Para o juiz e o deputado
Hoje vai ter baile
Com o dinheiro desviado

Chama a elite de São Paulo
Todo mundo convidado
Para o baile, o baile
Do dinheiro desviado

Avisa às família, o exército
E os fardado
É o baile, o baile
Do dinheiro desviado

Só não vai entrar
O cidadão que foi roubado
No baile, o baile
Do dinheiro desviado
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados