Ouvir Música

Palitoterapia

Rhaissa Bittar

Oi, meu nome é paulo. Eu sou um palito.

Quem me vê aqui no meio desta caixa
Com fósforo vermelho na cabeça
Logo pensa: É só mais um palito
Que entre quarenta não faz muita diferença
É isso que me deixa aflito
Por que é que eu fui nascer palito?
Eu tenho toc e acho que a paralela dá azar
Por que é que eu não posso estar na perpendicular?
Eu fico realmente transtornado
Ser ou não ser palito? Mas como não sê-lo?
Todo mundo junto o tempo todo do meu lado
Que falta que me faz um cotovelo

Chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá

Oi! Meu nome é paulo. Eu sou um palito.
Bom, eu não sei nem por onde começar
Talvez o que me falte é paciência
Espero ansioso a hora certa
De liberar a minha fosforescência
E isso tá me consumindo
Eu não descanso nem dormindo
Sonhei que era uma pira olímpica outro dia
Mas tava ameaçado por um balde de água fria
Não posso mais ficar aqui parado
Alguém me tire dessa invalidez
Eu sou um gênio incompreendido e inconformado
Chega pra lá que agora é minha vez

Chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá

Oi! Meu nome é paulo. Eu sou um palito.

E eu que sou claustrofóbico escotofóbico
Não posso viver nesse lugar
Meu caso, acho que é palingenético
Preciso sair pra respirar
Preciso mais espaço, enfim,
Ter uma caixa só pra mim
Eu sei que tem palito aqui querendo me ferrar
Palito desonesto que não me deixa passar
Eu to entrando em desespero
E esse medo me deixa sem ar
Eu, que sou doente, tinha que sair primeiro
Mas aqui só tem chega pra lá

Chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá

E eu que vim lascado com defeito
Confesso, acho que não sou bonito
Desculpa, nem me apresentei direito
Meu nome é paulo, sou um palito
Repara como eu sou baixinho
Na certa, vim do nó do pinho
Inda por cima tenho a cabeça deformada
Me chamam de palito com azeitona temperada
Quando a caixa abrir vou me jogar
Não quero nem saber se isso é correto
Eu tenho uma farpa preparada pra atacar
Se alguém entrar na frente, eu espeto

Chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá

Um palito solitário não é nada
Um tamborim não faz um carnaval
A gente é uma pilha de indivíduo
Quem foi que disse que palito é tudo igual?
Mas isso é que dá o colorido
Palito batendo em palito
É tanto diz que diz, tanto riscado e zum zum zum
Que o ritmo da mesa do boteco fica
Um por um no dois por quatro do batuque
A caixa acústica empurrando o ar
A troça, o desacato, o tic tic, o creck e o truque
É todo mundo junto a reclamar

Chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá, chega pra lá
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados