A Chuva e o Vento

Rumo Consciência

[ Verso 1 - Benefrancis ]
Tem noites que mal posso dormir, de tão preocupado
Tem dias que pareço sonhar acordado
Seu olhar, uma flecha mortal
Dessas fazem despertar meu instinto animal

Mas fazer o que se eu só penso nisso
Insisto, reviro meus discos
Procuro um lugar, um abrigo
Procuro ser o motivo

Se olhar, eu chego
Se piscar, eu beijo
Se aceitar, te levo pra casa

Eu tenho que chegar e representar na orelhada
Não posso esquecer nenhum detalhe seu
Só posso te oferecer o que outra já perdeu

A vida é assim, uns ganhando e outros perdendo
Você tem que entender
Quem comanda a chuva é o vento
Então vai vendo

[ Pré refrão 2X - Créditos a Djavan]
Olhar o sol, vencer o mar, admitir, brigar com o par; isso é nada.
Não ter você, cair em si.
Morrer de amor não é o fim, mas me acaba.

[ Refrão 2X ]
Um ganhando outro perdendo
Você tem que entender
Quem comanda a chuva é o vento
Mas fazer o que
Nas leis de Deus não posso me intrometer

[Verso 2 - Rodrigo ]
O sol se põe a noite na seqüência logo vem
É essa hora que sofro por não ter ninguém
Quando penso em tudo que passei
Só deus sabe o saldo creditado do amor que lhe dei

O tempo, não me sai do pensamento
Na curviana, eu relembro os bons momentos
Confesso: varias noites de sono perdi
Confesso: quase antecipei meu próprio fim

A vida é assim o sentimento no peito invade
Tipo as noites de inverno na cidade
Mas eu vou que vou a caminho sempre do norte
Deus está comigo e contigo
Ele tudo pode

[ Pré refrão 2X - Créditos a Djavan]
Olhar o sol, vencer o mar, admitir, brigar com o par; isso é nada.
Não ter você, cair em si.
Morrer de amor não é o fim, mas me acaba.

[ Refrão 2X ]
Um ganhando outro perdendo
Você tem que entender
Quem comanda a chuva é o vento
Mas fazer o que
Nas leis de Deus não posso me intrometer
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados