A Viola e o Cantador

Sandro Junior

A viola está soluçando presa nos braços do cantador
Soluça dentro das trovas, rimadas em versos do trovador
Que canta coisas do campo inspiração tanta do seu viver
São livres não emitem regras coisas da terra só dá prazer

Viola minha viola somos da roça vamos falar
Juntando o seu ponteado com a voz timbrada do meu cantar
Feitura da natureza, nativa e meiga sendo o que é
Do pó do solo sou homem, do pó da selva você mulher

Não somos daqui viemos de lá
Do plantio da cana do "cafezá"
Somos do roçado, do cuidar do gado
Ao levantar cedo no cantar do galo

Viola caipira e bela filha da terra da meu sertão
Comigo vida ganhaste alma poesia e um coração
Porém hoje na cidade o nosso sucesso é bom demais
Trazendo em nossas canções eu e minha viola, o amor e paz

Viola que as vezes triste transmite a mágoa do cantador
Lamenta junto com ele ao sofrer queixas por mal de amor
Viola que mesmo assim ante a mutidão não mostra o sofrer
O mesmo é que digo eu com a minha viola só sei viver

Não somos daqui viemos de lá
Do plantio da cana do "cafezá"
Somos do roçado, do cuidar do gado
Ao levantar cedo no cantar do galo
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados