Meu Velho

Sidney Lima

Puxa teu cepo meu velho senta aqui perto de mim
Cantar pra ti hoje vim, meu viver apaixonado
Vim relembrar o passado, vim rever meu Panambi
E o que na vida aprendi devo a ti velho adorado

Na carreteada da vida entre campanha e cidade
Conservo a natividade da velha pátria de Bento
Trazendo como argumento que por ti foi ensinado
Meu rico velho adorado do cabelo branquicento

Trago ajojado comigo teu escoicismo criolo
No meu canto o consolo a quem nasceu pra sofrer
Tenho muito que aprender para aprender distribuir
Quem não vivi pra servir não serve para viver

Diz o dito popular nem tudo que brilha é ouro
Que valor tem um tesouro pra quem não sabe avaliar
Quem vive sempre a cantar vive buscando alegria
É a grande filosofia de ser, querer e amar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados