Avião Sem Asas

SOLENY

Adeus querida já cantou o galo
Aqueci o carro
Estou indo embora
Você bem sabe que o comboio espera
Pra descer a serra sempre a mesma hora
Sei que a saudade vai doer no peito
Mas este é meu jeito de ganhar o pão
Sou caminhoneiro e moro na estrada
E você amada mora no meu coração
Sempre te vejo bem na minha frente
Linda e sorridente naquela moldura
Te telefono de alguma pousada
E vou dormir na estrada na cabine escura

A maioria dos irmãos da estrada
Em cada parada tem uma paixão
Eu tenho duas e trago guardada
É você amada, outro é o caminhão
Não adianta tentar me iludir
Eu não sei trair
Prefiro a solidão
Nesta cabine só cabe você
Que eu já carrego dentro do meu coração
É sexta feira, eu aqui distante
Pego no volante começo a sonhar

Acelerando o avião sem asas
Voltando pra casa
Doidinho pra te amar

Acelerando o avião sem asas
Voltando pra casa
Doidinho pra te amar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados