Desaparecidos

SombriO

[Introdu?]

E logo mais ?9 horas... Mais um garoto desapareceu
na noite dessa quinta-feira...
*Chiado de Televis?
E apesar das buscas e toda mobiliza? policial...
ainda n?encontraram nenhuma pista do paradeiro da
senhora...
*Chiado de Televis?
- Sombrio... voc?como rapper Brasileiro... poderia nos
falar o que pensa sobre desaparecimentos de pessoas?
- Cara... Muitas coisas passam pela cabe?quando h?desaparecidos
infelizmente os respons?is nem sempre s?detidos
e...
Muitos fazem ora? tendo ou n?tendo religi?
Eles fazem de tudo pra acabar com essa pertuba?
*Chiado de Televis?

[Verso 1]

No mundo h?essoas que est?desaparecidas
Deixando preocupados seus amigos e as familias
Crian?desaparecida aperta o cora?
Somem dos nosso olhos ap?air pra comprar p?
Ser?ue ele est?ivo? (acabou de sair por esta
porta...)
Ser?ue ele se perdeu na rua e logo volta?
Mas nunca mais voltou pra casa...E a familia se
arrasa...
Ao mesmo tempo que choram, os nervos ficam em brasa
A m?sumiu, o pai sumiu e n?deixou nenhum bilhete
Uma garota n?voltou ap?r comprar sorvete
Procuram na internet, nos jornais e televis?
E uma pergunta sem resposta: ''onde ser?ue eles
est?''
Sofrimento, choro, revolta e muito protesto
Passam anos de procura (iih...) nenhum sucesso
O excesso de tristeza leva a familia ?epress?
Noites de afli?, tentando resolver a quest?..

[Refr?

Onde ?ue ele est?
Onde ?ue ela est?(a m?s?orava enquanto a
pol?a procurava... )
Onde ?ue eles est? N?sei onde
procurar...(procura, procura e nada... )
Onde ?ue ele est?
Onde ?ue ela est?(a m?s?orava...)
Onde ?ue eles est? Ser?ue eu vou
encontrar?(ser?

[Verso 2]

A m?chorando aos prantos no canto da cama
Por sua filha desaparecida que tanto ama
Mais tarde quando encontrada, a m?n?quer
acreditar
?como se o c?ca?e e ela desata a chorar
E o sem cora? que fez isso, solto por a?.
Enquanto a familia de luto, por noites sem dormir...
Muitos outros pais ainda tem no fundo a esperan?
de encontrar ap?nos aquela mesma crian?
Onde essas pessoas foram? Ser?ue elas fugiram?
Se fugiram, algu?me diga, para onde elas iam?
A m?nem come mais, n?consegue viver em paz
Nem pra trabalhar mais a m?n?est?endo capaz
Enquanto uma se livra do filho, a outra procura
Amor, loucura e aqueles que acreditam na cura
Nem sempre no nosso mundo ? bem que vence o mal
Infelizmente ?ssim aqui na vida real...

(Refr?

[Verso 3]
.
''Procuro meu tio, procuro minha irm?procuro a minha
tia!
Procuro meu v?rocuro minha v?rocuro a minha
amiga!
Procuro meu pai, procuro minha m? procuro a minha
filha!
Procuro meu filho, procuro meu amigo, procuro a minha
familia!(Deus...)
Cartazes para todos os lados espalhados a cidade com
recompensa
Procura para todos cantos e nenhum sinal de sua
existencia
A familia desesperada faz um boletim de ocorr?ia
Mas nada encontrado e o pai preocupado entra em
dem?ia
Perguntando a s?esmo quando acabar? tortura
Como poder?iver a vida com tanta amargura
Ser?ue ele est?erto ou ainda est?uito longe?
J?ncontram? Acharam? Ent?me digam: AONDE!?
Mas foi apenas engano... fui novamente enganado!
Ser?ue vou morrer sem nunca mais poder encontr?o?
Ser?ue no fim tudo, pra mim terminar?ssim?
A vida se esvaindo, levando tudo de mim...

- Acalme-se senhora estamos fazendo o poss?l
- CHAMADA A CENTRAL, BUSCA TERMINADA! INFELIZMENTE NÏ
ENCONTRAMOS NADA!
- Eu sinto muito senhora, eu sinto muito... (Choro)

[Final]
E ?or isso que eu falo pra presta aten? nas
verdadeiras coisas de valor da sua vida
Que n?s?j?, nem dinheiro, nem ouro, ? sua
fam?a!
A fam?a, ?lgo que ningu?nunca ir?enhorar
E com o d? alto ou baixo... o valor nunca ir?mudar!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados