Dia de Fúria

Speed Freaks

O trânsito parado na paulista triturando meu crânio
abandono a viatura no meio da via continuo caminhando
a lua me torrando, meio-dia no meu citzen titânio

respeita! respeita! o meu dia de fúria
essa conta não vou ser eu quem vai pagar
respeita! respeita! o meu dia de fúria
essa bomba vai explodir na sua mão

sede...quero um côco verde, no balcão do boteco
peço gelado vem quente saio com a mente fervente
tropeço no mitsubishi de um executivo dando um teco
bico no vidro, exijo respeito, mijo em seu peito
ele se curva como um feto afetado pelo meio feito
esperava afeto?^
confesso que foi pela sua face de quem se sente perfeito
nem sempre é do seu jeito

respeita! respeita! o meu dia de fúria
essa conta não vou ser eu quem vai pagar
respeita! respeita! o meu dia de fúria
essa bomba vai explodir na sua mão

filha da puta o seu sangue você vai beber
vou colocar a sua mão no fogo pra ferver
vou te amarrar com silver-tape da cabeça ao pés
botar na mala do meu carro e sair de rolê
depois eu jogo no porão pros rato comer
vou descansar e ver um pouco de TV
depois eu bipo a sua mina
o mal aqui é manifestação divina

respeita! respeita! o meu dia de fúria
essa conta não vou ser eu quem vai pagar
respeita! respeita! o meu dia de fúria
essa bomba vai explodir na sua mão

meu amigo hoje acordei com o pé esquerdo
não mexe comigo, tenho fé de padre Quevedo
não me intimido com grana, fama, jiu-jitsu
Ou sentar o dedo
te digo o universo vai além do seu umbigo
o infinito não me mete medo
quando vejo nego muito macho
me causa náusea viro seu carrasco
te abro te rasgo com espeto de churrasco
foda-se se doeu
vai queimar na pilha de pneu
a maldade também vem de Deus

respeita! respeita! o meu dia de fúria
essa conta não vou ser eu quem vai pagar
respeita! respeita! o meu dia de fúria
essa bomba vai explodir na sua mão
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados