Sr. Sem Dedo

Sr. Sem Dedo

O dia vem nascendo
Eu já não estou crescendo
Um presidente sem dedo
É muito sofrimento

Somos robôs uniformizados e conformados
Eles fazem as regras
E nós obedecemos

Trabalhamos suamos e queremos
Nossos sonhos acabam
Nos impostos
E os deles bem opostos

Vivemos e morremos e o que fizemos?
Bandidos livres,crianças perdidas
Mendigo que ainda sonha com uma nova vida

Estamos no inferno e o mundo acabando
E o senhor sem dedo ainda roubando!!!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados