Digno

Társis Iraídes

O céu por um instante está em silêncio
O Santuário está vazio
Pois entre nós desceu pra batalhar
A cruz tornou-se o palco do conflito
E o mal com suas artimanhas
A nossa alma quer aprisionar.
De um lado estão as forças da verdade
Jesus com hostes incontáveis
Que fazem sua vontade por amor
De outro aqueles anjos rebelados
Que lá do céu foram expulsos
Por transgressão da lei do Criador

Digno é o Cordeiro que foi morto
De receber a honra a gloria e o louvor
O reino deste mundo, agora está em suas mãos
Pois proclamada foi na cruz a salvação
O acusador foi derrotado, e seu domínio retirado
E com poder Jesus pra sempre reinará

DIGNO...DIGNO...

Jesus, o verbo transformado em carne
Deixou sua glória e majestade
Para se oferecer em meu lugar
A cruz uma coroa de espinhos
E os cravos que Lhe perfuraram
Tudo enfrentou aqui pra me salvar
Mas... pelo Seu amor que é tão profundo
A mais intensa dor do mundo
Ele aceitou sentir no coração
As marcas dos açoites e do pecado
São testemunhas da vitória
Que conquistou aflito em oração

Digno é o Cordeiro que foi morto
De receber a honra a gloria e o louvor
O reino deste mundo, agora está em suas mãos
Pois proclamada foi na cruz a salvação
O acusador foi derrotado, e seu domínio retirado
E com poder Jesus pra sempre reinará
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados