1 Kg de sanduíche

Tcheller Durrep

Mano, que larica é essa! Acho que eu como um caminhão, você ta ligado?
Eu lermbrei de uma história que tem uma grande lição
Cuidado se o olho é maior que a barriga! Vai vendo.

Refrão (2x): Vishhhhh, vishhhhh, vishhhhh 1 kg de sanduíche
Vishhhhh, vishhhhh, mano ele comeu 1 kg de sanduíche

Tudo aconteceu numa sexta feira
Tava tranqüilo sossegado em casa, só de bobeira
Ouvi alguém me chamar lá no portão
Era um parceiro meu chegado, e ai beleza irmão?
Tudo certo, e ele tava com um sorriso no rosto
Fui logo perguntando qual que era a novidade
E ele me disse ai meu truta sem maldade
Mas vai rola um sandubinha na faixa, maior viajem
Humm! Deu ate pra desconfiar
Mas é claro eu tive q perguntar
Então como é que é essa fita ai irmão, qual que é a cena
Porque se pá, eu também quero entrar no esquema
Ai se liga só, a fita é o seguinte
Vai rolar um sanduba e ainda por cima mais vinte no bolso
É moleque! Acabei de fazer uma aposta
Vai ser fichinha pro papai aqui ó! Olha a proposta
Hoje mais cedo eu falei com o dono da lanchonete
Ele me tirou em seguida me lançou um teste
Me disse que se eu comece o sanduíche mais louco
E tomasse uma coca de 1 litro eu não pagava nada
E o mais interessante, é tem mais...
Ele apostou vinte reais
O único critério é que eu tinha que comer tudo sozinho
Rapa a bandeja e não deixar nenhum grãozinho
E é claro, eu não poderia ir no banheiro
Pra fazer nada, nem tirar a água do joelho
Hoje eu não comi nada, to pronto pra essa parada
Vou detonar o top da casa o chefe dos burguer
Mano isso pra mim é palhaçada
Eu acho que você não vai guentar comer é nada
Posso ate ir lá, mas vai ser só de passagem
Eu não quero arriscar e ficar na desvantagem
E se eu fosse você, eu ficava no piano
Mas eu vou te acompanhar só pra passar o pano

Ah, que nada mano! Essa não tem como perder
É nós na fita vagabundo, pode crer
E ele saiu tão confiante sem nenhum trocado
Falei pra ele prevenir em caso desse algo errado
Mano eu não tenho dinheiro, mas você sabe q eu sou ligeiro
Eu confio no meu taco ai parceiro
Ele tinha coragem no peito, uma carta na manga da mão
Fez um pit-stop e conversou com tio João
Que larica é essa hein truta?
Será que você vai dar conta mesmo?
Adivinha, agente foi o primeiro a chegar
Ele foi logo pro banheiro pra se preparar
Ele chegou todo marrento, com uma cara de detento
Daqueles que não come um lanche, há muito tempo
Ai tio pode caprichar ai pra nós hein,
Vou mostrar como é que manda uma broca
Eu já tava vendo o final, ele tava pagando era de boboca
Não ia agüentar o sanduíche, muito menos tomar a coca
E enquanto o lanche estava sendo preparado
Chegaram algumas gatinhas, sentaram na mesa do lado
O pedido delas e de outros, chegou antes da gente
Eu já tava imaginando o que vinha pela frente
Vishhhhh, todo mundo parou
Quando o lanche dele chegou
Mano aquela cena era chocante
O prato parecia com comida de elefante
Eu comecei a ficar até envergonhado
A nossa mesa, era o assunto mais comentado
Pra você ter uma idéia, o lanche não cabia na vasilha
Parecia que eles iam tratar o filhote do Godzilla
Vi que meu amigo ficou com o sistema abalado
Aliás, pra ser sincero, ele já tava desesperado
Naquele momento, começava a jornada
Até a primeira, segunda, terceira, quarta bocada
É e ai começou alombrar,
Ele percebeu que talvez não ia agüentar
3 hambúrgueres, umas 100 gramas de mussarela
Mais umas 50 de presunto, grudado nela
Tinha umas duas lapa de peito de frango
Bacon ervilha tomate, milho, salsicha, alface
Batata palha, catupiry, cheddar e mais uma penca de molho
Ah! Já ia me esquecendo tinha até repolho
E o lanche que era pra ele comer com facilidade
Ele não agüentava respirar, quando chegou na metade
Ele pediu a minha ajuda e colocou uns pedacinhos assim de lado
Mas não dava porque ele estava sendo vigiado

O dono do lanche, tava de olho aberto
Esperando pra ver se ele ia da uma de esperto
A essa altura meu filme já tava queimado com aquelas gatinhas do lado
Só de ficar ali naquela mesa sentado
Elas deviam pensar, nossa que cara ignorante!
Realmente a nossa mesa era um tanto deselegante
Logo ele que se achava o maioral, o cara e tal
De repente ele já tava era passando mal
Seu olho já tava até estufado
Eu percebi que ele tava começando a ficar um pouco amarelado
A maioria das pessoas já tinha até ido embora
E ele tava com aquele lanche na mão há mais de duas horas
E o pior, é que não tinha o dinheiro pra pagar
Ai Durrep, como é que agente faz pra se safar
Nossa mano aquilo me desanimou,
Ele tava com uma cara de quem queria fazer cocô
E eu que não tinha nada a ver entrei de gaiato
Tava pagando o mico tava pagando o pato
Tive que chamar o dono da lanchonete no cantinho
Falar que ele não tava agüentando, que o bicho tava pegando
Tive que perguntar se ele não podia lavar uns pratos
Vishhhhh, ele queria era me enforcar
E meu parceiro nessa hora não conseguia nem levantar
Se eu demorasse mais um pouco, ele ia vomitar
E no final tive que deixar a identidade
Falei pro dono do lanchinho que agente pagava mais tarde
Mano ele comeu 1 kg de sanduíche!

Refrão (2x): Vishhhhh, vishhhhh, vishhhhh 1 kg de sanduíche
Vishhhhh, vishhhhh, mano ele comeu 1 kg de sanduíche
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados