Mary Jane

Terral

Levava uma vida de beata
Tentou jogar de beck acabou de ponta
Tinha fama de enrolada
De ser mofada, boba e meio tonta
Passou a vida toda fugindo de um dragão
Fruto de criatividade e imaginação
As vezes tinha um bom humor da dar risada
Mais se bolada resolvia no tapa

Ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-mary Jane

Usava sempre um longo vistido de seda
Passava o dia inteiro de conchico com a Leda
Pintava sempre os olhos de vermelho
E se escondia no banheiro atrás do espelho
E acordava com a boca seca e sempre assustada
Bem perfumada como manga rosa da lata
Comia a dispensa inteira e a geladeira
Mais controlava o seu peso na grama certeira

Ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-mary Jane

Não era um chuchu, não era um bagulho
beleza interior transado que so queima no escuro
Ganhava um milhão vendendo dolar
Cansou de faturar e jé foi passando a bola
Tomava as seis da tarde um bom chá de ervas
As sete ela entoranva duas cervas
E sempre acompanhada por seus cinco "cabrons":
do Coco, Pé de Fumo, Marron, Fino e do Bom

Ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-mary Jane
Mary Jane
Mary
Jane
Maaaaaary Jane!?
Maaaryy Jane!

Ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-mary Jane
Ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-ma-mary Jane
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados