Ouvir Música

Olhos negros

Theodoro 865

O céu de agosto é cinze é negro
Nada pode revelar
O sol de agosto é traiçoeiro
Esconde as sobras do olhar

Então a noite tráz o vento
E o vento sopre sem cessar
Tráz a lua ao relento
Tudo pode revelar

Olhos negros, olhos negros
Olhos negros ao luar, ao luar
Olhos negros que se vão
Vem em outra estação
Que insistem a dançar

Mas um trago em uma noite
Uma dança entre outro maço
O despertar de uma escencia
Dormi dia simples claro

Então a noite tráz o vento
E o vento sopre sem cessar
Tráz a lua ao relento
Tudo pode revelar

Olhos negros, olhos negros
Olhos negros ao luar, ao luar
Olhos negros que se vão
Vem em outra estação
Que insistem a dançar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados