Samba Enredo 2002: Humor, Humoral, Humorizado. Manuel de Nóbrega e os Filhos do Riso

G.R.C.E.S Unidos de São Lucas (SP)

"Saudade hoje apertou meu peito
E o teu sorriso nunca mais se apagará
Manoel de Nóbrega
Aquariano que nasceu para brilhar!

Viajei nas ondas do rádio
Vi no cinema e na televisão
Como era grande seu talento
Em todo canto ele buscava inspiração
Foi numa tarde tão linda em Buenos Aires
Que sua idéia se imortalizou, e aí
E aí foi num banco lá da praça
Fazendo graça lia seu jornal
Foi Pai do Humor, que felicidade
Brincando eu vou matar saudade

Na mesma praça, no mesmo banco
Uma emoção que não tem fim
Tudo é igual e não sou triste
Porque eu tenho vocês perto de mim

A saga da família continua
Filhos do Riso vieram pra ficar
Encenando seus papéis
São gigantes menestréis
Ah! Como é bom sorrir!
Hoje a Praça é Nossa, estou feliz, está todo mundo aí

Roda baiana, exala teu perfume, mantém a tradição
E a bateria vem no pique da canção
Me leva amor, me leva nessa emoção
Minha São Lucas dá um show de alegria
E faz morada no meu coração."
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados