Fase da Terra

Velotroz

Dentro do barco um canhão
Resolvido a fingir, a matar
Fico à vontade

Nos separando um andar
Esse prédio, essa casa, o motor
Nada a braço a natureza

Tenha coragem pra ir
Aos bares cheios e ver
No outdoor a saudade
Em cada um frio, um calor
Em nosso rosto o suor
Sem sono, pra despertar
Antes que o sonho se acabe

Pouca vontade pra ir que a festa é cheia
Eu penso em você e nada mais
E no desejo de ter porto seguro
Eu vejo crianças soltas

Muita colagem pra ler nas ruas
Não sei de nada mas sinto muito
Nossa vontade que é curta
A vida é

Atravessando toda superfície
Peço que avise a insistente existência de mais
Lá onde guardo os amantes perfeitos
Guardo a vontade de amar pela segunda vez

Pouca coragem pra ir que festa é cheia
Eu penso em você e nada mais
E no desejo de ter porto seguro
Eu vejo crianças soltas

Muita colagem pra ler nas ruas
Não sei de nada mas sinto muito
Nem disse amar
E você já disse adeus

Meu coração é mistura
De sonho, medo, de raiva e mambo
Seu sentimento é de não estar só
Chega! Chega! Chega!
Chega de solidão

Que agora tudo mudou
E teu sorriso mudou
E aquela força mudou
Que agora Armagedom
Que agora tudo acabou

Mesmo caindo no chão
Cambaleando, mudando de cor
Ainda tenho esperança
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados