A Beira de Um Precipício

Yanto Laitano

Aqui estou
a beira de um precipício (vício, vício, vício)
E lá no fundo eu vi meu mundo desmoronar
E das ruínas (inas, inas, inas)
fiz um mirante (ante,ante, ante)
pra nuvem negra do horizonte eu assoprar

(refrão)
Mas nada disso me alivia, eu me sinto só, sentado a beira de um precipício

Jurei mentiras (iras, iras, iras)
falei bobagens
contei segredos (medos,medos, medos)
inconfessáveis
Lavei a alma
com chuva fria (ria, ria, ria)
vivendo o dia como se o mundo fosse acabar

(refrão)
Mas nada disso me alivia, eu me sinto só, sentado a beira de um precipício
Infinito

Aqui estou, à beira de um precipício pra nuvem negra do horizonte eu assoprar
(refrão)
Mas nada disso me alivia, eu me sinto só, sentado a beira de um precipício
Bonito, infinito
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados