Morar No Sítio

Zé Garoto e Timboré

Eu voltei morar no sítio
É um lugar bem descoberto
Estou vivendo distante
Dos meus filhos e dos meus netos
Aqui eu vivo tranquilo
Não tem barulho por perto
Não é como era antes
Bem pertinho do boteco
Aqui nada me amola
Eu passo a mão na viola
E canto de peito aberto

Aqui não ando de carro
E não gasto gasolina
Pois a água que nós bebe
Já vem direto da mina
O leite também é puro
É da vaquinha Grã-Fina
Leite gordo e saudável
Contém muitas vitaminas
Minha mulher tá contente
Muito alegre e sorridente
Parecendo uma menina

Aqui no sítio onde eu moro
Bem cedo e de madrugada
É bonito a gente ouvir
O cantar da passarada
Galo canta no poleiro
Anunciando a alvorada
Levanto e vou pro terreiro
Ver a Lua prateada
Clareando a imensidão
Deste bonito sertão
Desta terra abençoada

Minha mulher não concorda
Se eu falar em voltar
Aqui nós estamos bem
Para que se preocupar?
Nosso pão de cada dia
Na mesa não vai faltar
Nossos filhos e os amigos
Sempre vêm nos visitar
Sempre quando eles vêm
A viola vem também
E é só Deus pra segurar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados