Jogador de Baralho

Zé Tapera e Teodoro

Tem gente na frente?
Tem
Truco então
Seis, papudo
Nove, ladrão do meu tento
Doze, reboque de casa velha
Mata sete copa

Naquela casa de jogo
Só pensando em jogatina
Esquecendo que o baralho
Para todos é ruína

Um rapaz ainda moço
Nesse vício que domina
Passando noites e noites
Naquela triste rotina

Truco, zóio de sapo
Seis, pixote
Nove, patinho gordo
Doze, pangaré manso

Era um chefe de família
Há pouco tempo casado
Pai de dois lindos meninos
Dois anjinhos adorado

Mas no jogo de baralho
Ele tinha se entregado
Esquecendo que ser pai
É um dever muito sagrado

Zé, ô Zé!
Minha esposa aqui?
Mas é sua esposa mesmo?
É claro!
Então vai atendê, vê o que ela qué?

O que é que você veio fazê aqui uma hora dessa, você está louca?
O Zé, faz uma semana que você não vai pra casa
E eu estou passando fome com as crianças
Nosso filho, o Paulinho, está muito doente
E passa as noites chamando seu pai

Eu quero o papai, onde está o papai?
E eu não aguento mais, Zé
Então o Paulinho está doente?
Vamo já pra casa, quero vê meu filhinho
Meu Deus, o que é que estou fazendo da minha vida?

Ao chegar em sua casa
Foi que ele compreendeu
O mal que estava fazendo
Maltratando os filhos seus

Beijando seus dois filhinhos
Uma lágrima correu
Abraçou a sua esposa
E pediu perdão a Deus

Papai, o senhor não vai mais deixar a gente sozinho?
Não meu filho, agora que eu percebi
Que o jogo é a perdição de um homem
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados