Avatar de: Facção Central

Facção Central

http://faccaocentral.rapnacional.com.br/

Playlists
    1. Eu Não Pedi Pra Nascer
    2. Castelo Triste
    3. Desculpa, Mãe
    4. 12 De Outubro
    5. Estrada Da Dor 666
    6. Hoje Deus Anda De Blindado
    7. País do Futebol
    8. O Menino do Morro
    9. Versos Sangrentos
    10. Roleta Macabra
    11. A Marcha Fúnebre Prossegue
    12. Justiça Com As Próprias Mãos
    13. A Bactéria FC
    14. O Rei da Montanha
    15. Anjo Da Guarda Vs Lúcifer
    16. Colecionador de Lágrimas
    17. Isso Aqui É Uma Guerra
    18. Apologia Ao Crime
    19. O Espetáculo Do Circo Dos Horrores
    20. Aparthaid No Dilúvio de Sangue
    21. Brincando De Marionete
    22. A Guerra Não Vai Acabar
    23. Cartilha do Ódio
    24. Espada no Dragão
    25. Aonde O Filho Chora E A Mãe Não Vê
    26. Sei Que Os Porcos Querem Meu Caixão
    27. Outro Caminho
    28. Front de Madeirite
    29. A Minha Voz Esta No Ar
    30. O Homem Estragou Tudo
    31. Pacto com o Diabo
    32. Discurso Ou Revólver
    33. Pomba Branca
    34. O Circo Chegou
    35. Abismo Das Almas Perdidas
    36. A Vida Ensina
    37. Favela Sinistra
    38. Um Gole de Veneno
    39. A História de Um Traficante
    40. Sonhos Que Eu Nao Quero Ter
    41. Sem Limites
    42. Chico Xavier do Gueto
    43. Sem Luz No Fim do Túnel
    44. São Paulo - Awshvitiz Versão Brasileira
    45. Assalto A Banco
    46. Livro de Auto Ajuda
    47. O Show Começa Agora
    48. Bala Perdida
    49. Proteção
    50. Conversando com os mortos
    51. Cortando o Mal Pela Raiz
    52. Homenagem Póstuma
    53. Dias Melhores não Virão
    54. CNN Periferica
    55. Alcatraz
    56. Um Grito de Socorro
    57. 765 Motivos Pra Morrer
    58. Detenção Sem Muros
    59. Aqui São Teus Cães
    60. A Capela Dos 50.000 Espíritos
    61. Carnificina
    62. De Mãos Dadas Com O Inimigo
    63. Vida Loka Tambem Ama
    64. Eu To Fazendo o Que o Sistema Quer
    65. Tecla Pause
    66. A Cidade É Nossa
    67. A paz está morta
    68. Eu queria mudar
    69. Dia dos Finados
    70. Enterro De Um Santo
    71. Prepara As Algemas (part. Facção Central)
    72. Sonhei Com O Céu
    73. Vidas Em Branco
    74. Resgate
    75. Aperte O Gatilho Por Favor
    76. No Trilho Do Vale Da Sombra
    77. Pesadelo do Sistema
    78. IML
    79. Mulheres Negras
    80. Memórias do Apocalipse
    81. No fim não existem rosas
    82. Feridas leves
    83. Mundo (part. Sérgio Saas)
    84. O Poder Que Eu Não Quero
    85. Estamos de Luto
    86. Dia Comum
    87. O Passageiro da Agonia
    88. O Que Os Olhos Veem
    89. Em Nome Da Honra
    90. Não Quero Ser o Próximo Defunto
    91. Vão Ter Que Algemar Meu Cadaver
    92. Mensagem ao Céu
    93. Pilantras
    94. Quando É Que Vão Olhar Pro Inferno
    95. Nós Por Nós
    96. A Mil Anos Luz da Paz
    97. Lágrimas de Sangue
    98. Vozes Sem Voz
    99. Tensão
    100. Reflexões Do Corredor Da Morte
    101. O Pesadelo Prossegue
    102. Pavilhão Dos Esquecidos
    103. De Encontro Com A Morte
    104. Espetáculo do Circo Dos Horrores
    105. Quando Eu Sair Daqui
    106. Um Mundo Melhor
    107. No Fim Não Existe Rosas
    108. Aqui Ela Não Pode Voar
    109. Nada É Mais Como Antigamente
    110. Morte Sem Lembrança (part. A286)
    111. Pra Vocês Faccionários
    112. Interlúdio
    113. A Paz é uma Pomba Branca
    114. A Informação É a Luz
    115. Introdução
    116. Fone maldito
    117. Atrás das grades
    118. Estratégia
    119. Roube Quem Tem
    120. A Cor
    121. Observando o Rio de Sangue
    122. Prisioneiro do Passado
    123. Não Dê a Sua Cara a Tapa
    124. Há Mil Anos Luz da Paz
    125. Um Lugar Em Decomposição
    126. Artista Ou Não
    127. A Malandragem Toma Conta
    128. Sangue, suor e lágrimas
    129. O Que o Sistema Quer
    130. Finalização
    131. Somos Assim (Juventude de Atitude)
    132. Vida Baixa
    133. O Pavilhão Dos Esquecidos

    Colecionador de Lágrimas

    Facção Central

    Só não pode perder a fé!

    Mil palavras não expressam um sentimento bandido, num coração de um poeta que carrega consigo, o fardo da existência de viver em meio a tudo, que extermina fruto e coopera pro luto no mundo.
    Atrocidade, trairagem, ódio, maldade, ceticismo, desespero, sangue, e realidade.
    E a gente vai entendendo passo a passo aprendendo, a lidar com o sofrimento obtendo conhecimento.

    Aprender com a tristeza chega a ser perturbador, mas só assim a gente passa a viver com mais valor;
    Decepção não mata mas já serve de estimulo pra muito iludido puxar o próprio gatilho!

    Quem vive pelo nada parça, já se entregou e quem por tudo deu a vida, aqui se enterrou!
    Mas essa é assassina, inimigo do ser humano, acaba com seus sonhos, finaliza os seus planos...

    Só eu sei o que trago na alma...
    Em meio a escuridão da vida colecionando lágrimas. 2x

    Você já sentiu um arrepio, uma sensação esquisita? Quem nunca viu, ouviu, as agonia da vida.
    Na tua necessidade aonde ta o segredo, o alvo predileto pro inimigo sorrateiro, coloca na sua frente o anestésico propicio: Mulher, dinheiro, e droga, te empurra pro abismo!
    Te afogando no próprio vicio, praticante, perito, que causa maleficio.

    Eu sei é difícil viver nessa sociedade, vitima do capitalismo, vendendo a sinceridade.

    Cade o aperto de mão, o amigo verdadeiro?!

    Mas hoje em dia conselho tio, só vem por dinheiro!

    O altruísmo ta em oculto a bíblia nunca mentiu, o amor perdeu valor na frieza do fuzil.
    Politica, futebol, filosofia, historia, e enquanto vocês tão discutindo tem gente morrendo agora.

    Oh meu senhor, por favor, tenha piedade e envie os anjos sobre nos para espalhar a bondade, sobre a cidade, e qualquer canto do brasil, em cada olhar carente do bondoso e até o mais frio!
    Saúde e fé, muito amor no coração...um brinde aos guerreiros que estão com o facção, no dia-a-dia enfrentando a correria, em busca d'um trabalho com muita sabedoria.
    Só quem é corre atras, em busca de um qualquer, ladrão, nunca é de mais...nunca é de mais!

    Só eu sei o que trago na alma...em meio a escuridão da vida colecionando lágrimas.

    Não poe a culpa em Deus, coloque a culpa nos homens!
    No seu próprio conflito você foge, se esconde.
    Não entra na arena e não confronta seus medos...desiste de si mesmo, consumido pelos erros.

    A falha humana não vai ser justificativa pra você argumentar no grande tribunal da vida. A gente quer a paz, almeja viver ela, só que o tempo não para, o tempo não espera!

    Isso é fato não é boato, o universo ta em crise. Frente a frente, lado a lado com os nossos limites...coração petrificado é um forte aliado pra te arrastar pra cova dentro de um caixão lacrado.

    Muita calma irmão, ainda ha solução, pela permissão divina ainda há ar no seu pulmão. Aceite a verdade em sua vida, só Deus pode sarar e curar suas feridas.

    Só não pode perder a fé.......
    Só eu sei o que trago na alma...em meio a escuridão da vida colecionando lágrimas!!!

    1. Faça seu login e cadastre-se
    Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
    -