Avatar de: Racionais Mc's

Racionais Mc's

http://www.racionaisvidaloka.hpg.ig.com.br/

Playlists
    1. Vida Loka (part. 1)
    2. Vida Loka (parte 2)
    3. A Vida É Um Desafio
    4. Jesus Chorou
    5. Negro Drama
    6. Da Ponte Pra Cá
    7. Eu Sou 157
    8. Diário De Um Detento
    9. Estilo Cachorro
    10. Fórmula Mágica Da Paz
    11. Capítulo 4, Versículo 3
    12. Homem Na Estrada
    13. Tô Ouvindo Alguém Me Chamar
    14. 1 Por Amor, 2 Por Dinheiro
    15. O Beck Está Queimando
    16. Oitavo Anjo
    17. Fim de Semana No Parque
    18. Mente do Vilão
    19. Sou Mais Você
    20. Artigo 157
    21. Mágico de Oz
    22. 1000 trutas 1000 tretas
    23. A Vítima
    24. Mil Faces de Um Homem Leal (Marighella)
    25. Amor Distante (Mano Brown Part. Lino Krizz)
    26. Crime Vai e Vem
    27. Expresso da Meia-noite
    28. Vida Loka III
    29. Cores e Valores
    30. Depoimento de Um Viciado
    31. Em Qual Mentira Vou Acreditar?
    32. Da Ponte Pra Cá
    33. Inimigo É de Graça (Ice Blue)
    34. Castelo de Madeira
    35. Bebo Cana - Paródia da Musica Negro Drama
    36. Jesus Negão
    37. Sou Função
    38. Favela Sinistra
    39. Baseado Em Fatos Reais
    40. Carlos Mariguella
    41. Carro de Malandro
    42. Ronaldo Fenômeno
    43. Nova Função
    44. Vivão e Vivendo
    45. Na Fé Irmão
    46. That's My Way (Ed Rock part. Seu Jorge)
    47. Brinquedo Assasino
    48. Mulher Elétrica
    49. Racistas Otários
    50. Homem Invisível
    51. Eu Não Pedi Pra Nascer
    52. Muita Treta
    53. Mulheres Vulgares
    54. Hey Boy
    55. Na Fé Firmão
    56. A Vida É Assim
    57. 500 Anos
    58. Vida Loka Também Ama
    59. Rapaz Comum
    60. Jorge da Capadócia
    61. Quem Procura Acha
    62. Tempos Difíceis
    63. 12 de Outubro
    64. Tá Na Chuva
    65. Minha Oração
    66. Voz Ativa
    67. Programado Pra Morrer
    68. Mano Na Porta do Bar
    69. Dia de Visita
    70. Pânico Na Zona Sul
    71. Cocaina
    72. Ser Malandro É Viver
    73. Trutas e quebradas
    74. Parte II
    75. O Jogo é Hoje
    76. Genesis
    77. Cada Um, Cada Um
    78. Fio da Navalha
    79. Júri Racional
    80. Favela
    81. De Volta a Cena
    82. Ninguém Pediu Sua Opinião
    83. Ponta de Lança Africano
    84. Periferia É Periferia
    85. A História
    86. Beco Sem Saída
    87. Salve
    88. Negro Limitado
    89. Mãos
    90. Rulisso
    91. Otus 500
    92. Boom, Boom, Boom
    93. Gangsta Boogie
    94. Colégio Público
    95. Socorro Meu Deus
    96. Abenção Mamãe, Abenção Papai
    97. Favela 100%
    98. Aquecendo As Naves
    99. Madrugada Suspeita
    100. O Hip Hop
    101. Negro 100%
    102. C1 Aparecida
    103. Chove Chuva
    104. Hoje Eu To Doidona
    105. Lombra
    106. Oya
    107. Umbabarauma
    108. Vida Violenta
    109. Meninos de Rua
    110. Dance Dance Dance
    111. Eu Tenho
    112. Fone (intro)
    113. Vandalos

    Castelo de Madeira

    Racionais Mc's

    Milhões de brasileiros não tem teto não tem chão
    Eu sou apenas mais um na multidão
    Não vai pra grupo com minha calça, minha peita, minha lupa
    Se canto rap aí, não se iluda.

    Alá! to vendo a cena vai chover e o rio vai transbordar
    E meu castelo de madeira vai alagar.
    Isento de imposto eu mesmo abraço com meus prejuízos
    Natural sofrer se os cordões são indecisos.

    Mil avisos, periferia desestruturada
    Mil muleque louco, no crime mostra a cara.
    Centenas de vezes vi a cena se multiplicar
    Quando cheguei ate aqui não tinha ninguém agora tem uma pá.

    Muleque doido eu enfrentei o mundão de frente
    Ausente em várias "fita" bandido filho de crente
    No pente, desilusão, dinheiro, mulher
    Mais pra frente se deus quiser mais resistente à fé

    Rumo ao centro calos nas mãos multidões
    Toda essa rebeldia reforça os refrões
    Talvez você não saiba do herói que vive a guerra
    Com uma marmita fria sem mistura eu sou favela

    Vivi pensando a vida inteira em fazer um regaço
    Mas agora que conquistei meu sonho, aquele abraço.
    Mas não importa se chão de terra tem poeira
    Realizei meu sonho, meu castelo de madeira.

    Refrão
    Sou príncipe do gueto só quem é desce, sobe a ladeira
    Sou príncipe do gueto e meu castelo é de madeira.
    Sou príncipe do gueto só quem é desce, sobe a ladeira
    Sou príncipe do gueto e meu castelo é de madeira.

    Hoje já choveu já ventou to de cara
    Em saber que meu castelo suporta tudo menos fogo e bala.
    Suporta dor, minhas crenças, minhas loucuras
    Suporta ate minhas "cabreiragem" com a viela escura.

    E o sobe e desce de uns "nóia" na fissura
    Chave de cadeia se trombar com a viatura
    Vida dura, brotou o espinho não a rosa
    Quebrada querida vida bandida verso e prosa.


    Meu orgulho, um rádio velho toca fitas
    Rap nacional tocando é o que liga.
    Às sete da noite a luz elétrica cai
    Se a comunitária sai do ar... aí vai.

    Coloco aquela fita de "drão bambambam".
    Um cérebro sobre rodas finado "coban".
    As crianças me vêem como um adulto equilibrado
    Não sabem das minhas "fitas" nem dos meus pecados.

    E os aplausos deixem pra depois
    Quebrada querida mãe, é só nos dois
    Vou lutar pra ser vencedor nessa porra
    "desbaratinar" vidinha podre sodoma e gomorra

    Deus criou o mundo, e o homem criou o dinheiro
    Crack e cocaína, bebida e puteiro
    Mas não importa se chão de terra tem poeira
    Aqui! é meu castelo de madeira.


    Refrão
    Sou príncipe do gueto só quem é desce, sobe a ladeira
    Sou príncipe do gueto e meu castelo é de madeira.
    Sou príncipe do gueto só quem é desce, sobe a ladeira
    Sou príncipe do gueto e meu castelo é de madeira.

    Do lado de cá, do lado de lá
    "treta" todo dia sem parar
    Do lado de lá, do lado de cá
    É sempre a mesma coisa "mano", o que quê eu vou falar

    Você sabe o que o sistema faz, ignora!
    E trás problema psicológico, tensão é "foda".
    Descaso, humilhação transtorno permanente
    Eu vi até uma família de crente espancar um parente.

    Que amanheceu no outro dia em coma
    Alcoolizado, drogado, traumatizado foi pra lona
    Dez horas depois, perícia, policia, ambulância
    E o parente que bateu chorou, igual criança

    Esse é o sintoma da doença que me afeta
    Ganhei de cortesia mau humor e as frestas
    Não a festa, porque sorrir é difícil entenda
    Sou verdadeiro e não lenda

    Hoje já choveu oh, "mô" neurose
    Nem costumo beber, até tomei uma dose.
    Talvez pra clarear ou esconder os problemas
    Mil "fitinha" acontecendo esse é meu dilema.

    Coisa de louco, abrir a janela e ver no esgoto
    Cachorro morto, sentir o mau cheiro e o desconforto
    E junto com a lama, o drama, a sujeira
    "brasilit" no calor é um inferno, mô canseira

    Sonhar, sonhar, querer não é poder
    Tem que ser "mano", fazer jus ao proceder.
    Pros "cu" que tem dinheiro e luxo é constrangedor
    Me ver "empreguinado" aqui com ódio e rancor.

    Sonhei com tudo isso a vida inteira
    Realizei meu sonho, meu castelo de madeira.
    E é treta todo dia, todo dia, o dia inteiro
    Só falta construir um banheiro

    Refrao
    Sou príncipe do gueto só quem é desce, sobe a ladeira
    Sou príncipe do gueto e meu castelo é de madeira.
    Sou príncipe do gueto só quem é desce, sobe a ladeira
    Sou príncipe do gueto e meu castelo é de madeira.

    1. Faça seu login e cadastre-se
    Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
    -