Menino Boiadeiro

Abel e Caim

Viajando com boiada lá pro sertão de Goiás
Vi um menino boiadeiro e conheci certos sinais
Perguntei pelo seu nome e quem era o seu pai
Ele respondeu sorrindo, ai, ai
Sou filho de Ouro Fino eu vim lá de Minas Gerias

Há muitos anos passados foi no mês de Fevereiro
Eu deixei o meu povoado e fugi com um boiadeiro
E deixei a minha terra querido estado mineiro
Sei que mamãe tem sofrido, ai, ai
Pesando de eu ter morrido num chifre de um pantaneiro

"Menino preste atenção no que agora eu vou falar
Vá rever sua mãezinha que não cansa de chorar
O meu laço e o berrante de presente eu vou lhe dar
Seremos dois boiadeiros
Eu serei teu companheiro se meu conselho escutar"

Obrigado boiadeiro você mudou meu destino
Hoje mesmo eu sigo viagem pro sertão de Ouro Fino
Abraçar minha mãezinha que no mundo eu muito estimo
Desde esse dia em diante, ai, ai,
Sempre se ouvia o berrante com a volta do menino
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados