Pout-Porri (Castigo/Separação/ O mundo é um moinho)

Alan Rodrigues e Fernando

A gente briga, diz tanta coisa que não quer dizer,
Briga pensando que não vai sofrer,
Que não faz mal se tudo terminar.
Um belo dia, a gente entende que ficou sozinho
Vem a vontade de chorar baixinho
Vem o desejo triste de voltar.
Você se lembra foi isso mesmo que se deu comigo
Eu tive orgulho e tenho por castigo
A vida inteira pra me arrepender.
Se eu soubesse naquele dia o que sei agora
Eu não seria esse ser que chora
Eu não teria perdido você
Se eu soubesse naquele dia o que sei agora
Eu não seria esse ser que chora
Eu não teria perdido você...


Melhor assim
A gente já não se entendia muito bem
A discussão já era coisa tão comum
E havia tanta indiferença em seu olhar
Melhor assim
Pra que fingir se você já não tem amor
Se os teus desejos já não me procuram mais
Se na verdade pra você eu já não sou ninguém
De coração
O que eu mais quero é que você seja feliz
Que outro consiga te fazer o que eu não fiz
Que você tenha tudo aquilo que sonhou
Mas vai embora
Antes que a dor machuque mais meu coração
Antes que eu morra me humilhando de paixão
E me ajoelho te implorando pra ficar comigo
Não diga nada
A dor é minha eu me aguento pode crer
Mesmo que eu tenha que chorar prá aprender
Como esquecer você

Preste atenção amor
Mal começaste a conhecer a vida
Já anuncias a hora da partida
Sem saber mesmo o rumo que irás tomar
Preste atenção querida
Embora eu saiba que estás resolvida
Em cada esquina cai um pouco de tua vida
Em pouco tempo não serás mais quem tu és
Ouça-me bem amor
Preste atenção, o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
Vai reduzir as ilusões à pó
Preste atenção querida
De cada amor tu herdarás só o cinismo
Quando notais que estais à beira do abismo
Abismo que cavaste com teus pés
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados