Samba-Enredo 2011 - Vizinha Faladeira Dá As Cartas

ARES Vizinha Faladeira

No grande cassino
Roleta, curingas, cartelas
Recebem, no luxo do salão
Objetos de comunicação
Que desvendam mistérios, revelam segredos
Amores, conhecimento
A vida, em sagrados elementos
No jogo, o desatino, a realidade
Ganhar ou perder
É sorte ou habilidade?

O futuro do homem, destino
Imperador, a madame e o felino
Tarô, previsões, tem magia
No despertar de um novo dia

Desde Pero Vaz, o Brasil caminha
Nas linhas que retratam a história
Páginas guardadas na memória
Oh! Sublime pergaminho
Registro da sonhada abolição
As cartas pedem passagem
Nas mãos do herói segue a mensagem
A era virtual não selará
O prazer de um costume milenar

Bem-vindo ao mundo da emoção
Assim anunciou o croupier
Quem dá as cartas é a pioneira
Canta, vizinha faladeira!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados