Vidas (aderbal)

Banda Rupestre

Letra de "Vidas (Aderbal)"

Pensamento negativo
Que corrompe e rompe laços afetivos
incentivo para todo tipo de destruição - de destruição!
Caminhando vou pensando
Formulando teorias diversas
Adversas às conversas que eu já não tolero não
Eu não engulo não
Peço luz no meu caminho ao meu senhor
Eu me propus a viver minha vida
Na base da Paz e do Amor
Em busca da Evolução!
De grão em grão
De passo a passo
Pouco a pouco
Degrau a degrau
Degrau a degrau
DEGRAU A DEGRAU
DEGRAU A DEGRAU
DEGRAU A DEGRAU
(Aderbal!)
------
Vida pacata
Vida bandida
Vida tranqüila
Vida malandra
vida suada
Vida de vício
Vida difícil
Vida conturbada
Vida que é somente o início
De uma longa estrada!
Vida presente
Vida passada
Vida futura
Dor eminente
Dor já curada -
Vida em procura -
Vida maluca
Vida discreta
Vida politicamente correta
Eu estou vivo por isso preciso
Traçar meus objetivos e metas!

Quero fazer da minha vida poesia
Com ritmia que o tempo não determina
Quero encher meus arredores de alegria
Segundo a fé
Guiado por minha doutrina
Sem perceber a gente aprende
A gente ensina
Você sofrer não tem que ser
A sua sina
E nesse contexto de tanta contestação
Eu vou seguindo rumo à evolução
De grão em grão
De passo a passo
Pouco a pouco
Degrau a degrau
Degrau a degrau
DEGRAU A DEGRAU
DEGRAU A DEGRAU
DEGRAU A DEGRAU
(Vidas)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados