Ouvir Música

Compositores de Verdade

Bezerra da Silva

A razão do meu sucesso
Não sou eu, nem da minha versatilidade
É que eu gravo pra uma pá de pagodeiros
Que são compositores de verdade

Eu sou do pico, da colina maldita
E se Deus desse asa a cobra
A um punhado de bambas
Já mandei minha nega pro inferno
E também viajei na apolo do samba
Sou produto do morro
Sou malandro rife nesse mundo cão
Gatuno que entra na casa de pobre
Toma tapa da minha sogra sapatão

E depois sai gritando pela rua
Pega eu que eu sou ladrão!

O chico também não deu sorte
Para o bicho feroz tenho a planta maneira
Liberdade é um lindo samba de quadra
Fruto da minha querida mangueira
Veja bem que o malandro era forte
Mas cipó caboclo foi quem lhe amarrou

E virou comida de piranha
Porque não aprendeu a ser um bom sofredor

A razão do meu sucesso
Não sou eu, nem da minha versatilidade
É que eu gravo pra uma pá de pagodeiros
Que são compositores de verdade

Ele se diz da pesada
Porém, é um judas traidor
Quis bagunçar o meu coreto
Fez a cabeça sozinho esqueceu do vovô
Veja bem que o mané só fez graça
E o que fez o pai véio 171

Ele vendeu a bata da vovó
Pro tal de zé fofinho de ogum

Sou federal, já falei com você
Crocodilo comigo acaba no pinel
Defunto caguete foi barrado no inferno
Como é que ele pode ter vez lá no céu
É por isso que eu vou contar até três
Pra tu sair da aba do meu chapéu
Aqueles morros que eu exaltei
É do pedro butina, eu posso provar
Joel silva diz que não tem culpa
Se ele não tem onde morar

Saudação às favelas é do sérgio fernandes
Todos do morro do galo que é o meu lugar!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados