Ouvir Música

A Hipoteca

Dino Franco e Mouraí

Há seis anos mais ou menos tomei de um Banco emprestado
Uma soma de dinheiro tudo com prazo marcado
Deixei ali escritura e títulos endossados
Tudo como garantia do capital levantado
Apliquei tudo em café
Que plantei com muita fé neste chão abençoado

A terra foi preparada e o tempo foi passando
Com muita luta e suor as minhas mudas fui plantando
Mas aí veio o agente do Banco que estou falando
E oferecendo vantagens, eu logo fui aceitando
Disse ele sorridente
Você agora vai pra frente dinheiro está sobrando

Já na primeira colheita a estiagem arruinou
E na segunda a geada o meu cafezal queimou
Por fim o bicho mineiro meu patrimônio quebrou
Adiei os pagamentos, mas nada disso adiantou
Eu caí nessa desgraça
A fazenda foi à praça, pois o Banco protestou.

Por causa dessa hipoteca eu convoquei minha gente
E com os olhos cheio de pranto disse em tom comovente
Nós vamos ser despejados por uma ação competente
Lavrada hoje em Cartório em favor do emitente
Quero que a família entenda
Já não é nossa a fazenda o Banco foi exigente

Isso que eu estou falando foi um caso comentado
Tive que deixar a roça e fui ser um empregado
O rico compra de tudo, o pobre pede fiado
Perdi a crença no Banco, meu nome foi protestado
Por isso que hoje em dia
Dispenso qualquer quantia de algum dinheiro emprestado
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados