Magrão E Manoela

Hamilton e Arnaldo

Magrão e Manuela
Hamilton e Arnaldo
Composição: DURVAM RODRIGUES/DANIEL FELIX

Magrâo e um apelidode
De um cara decidido
Criado la no agreste
Como disse o nordestino
Aprendeu desde de menino
Trabalhar que nem a peste
Se casou com manuela
Uma flor formosa e bela
porém tinha seus espinhos
E enquanto magrão trabalhava
Sua mulher vadiava
A procura de um carinho
E o magrão só no sul
Mandava grana pra ela
E o magrão só no sul
Enfeitava a manuela
Um certo dia escreveram uma carta
O magrão quase que se mata,
Com a noticia que ele
Leu estava escrito que a sua doce amada
Curtia nas madrugadas com um grande amigo seu
Todos os forros manuela aparecia
Tudo bem so alegria
Boca cheia de batom
E o chiquinho muito bom 8 baixos
Desfiou de cima em baixo
E cantou este refrão:
Está mulher não presta não magrão
Está mulher não presta não magrão
tá fazendo o que não póde lhe botou chapeu de bode
Está mulher não presta não
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados