Manhãs de Maio

Humberto Barbosa

Com o riso, no canto da boca
Escondendo o medo atrás da porta
Mais já não importa, já não importa, não importa
Quero ter você numa manhã de maio
Venha com segredos abater meu cansaço
No laço o abraço
E no passo que temos que dar
Quero ter você numa manhã de maio
Venha com segredos abater meu cansaço
No laço o abraço
E no passo que temos que dar
Só sei, que no primeiro do primeiro
Começa dia, mês e ano
Hoje eu sei não me engano, que senti medo
E a menina dos olhos daquela manhã
Me falaram ao peito, naquela manhã
Eu sei não me engano, que senti medo
E a menina dos olhos daquela manhã
Me falaram ao peito, naquela manhã.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados