Grudenta

João Guilherme e Cuiabano

To caindo fora
Não sei se aguento
Essa pressão maluca
É um tal de vem cá,
Ela fica no pé tá parecendo uma luta
Ela não da sossego
Que nome eu posso dar pra essa mulher
Chiclete mascado, sarnenta,
Não pense que vai ser como você quer

Eu to vivendo um desatino
To no desespero
E de viver essa paixão
Eu vou perdendo o sossego
Já passou da hora
Estou indo embora,
Pra não mais voltar
To dentro de um pesadelo
Que eu nunca se acaba
Eu vou dar um jeito já peguei a mala
Quero ver quem aguenta
O que essa doida inventa
Mulher nenhuma faz.

To caindo fora
Não sei se aguento
Essa pressão maluca
É um tal de vem cá,
Ela fica no pé tá parecendo uma luta
Ela não da sossego
Que nome eu posso dar pra essa mulher
Chiclete mascado, sarnenta,
Não pense que vai ser como você quer

Eu to vivendo um desatino
To no desespero
E de viver essa paixão
Eu vou perdendo o sossego
Já passou da hora
Estou indo embora,
Pra não mais voltar
To dentro de um pesadelo
Que eu nunca se acaba
Eu vou dar um jeito já peguei a mala
Quero ver quem aguenta
O que essa doida inventa
Mulher nenhuma faz.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados