Mais Nada do Que Nada

Lenita Gentil

Porque apareces sempre em meu caminho
Como furtiva sombra a mim pegada
Porque apareces sempre
Quando estou sozinha

E em mim, não há mais nada do que nada
Porque apareces sempre em meu caminho
Como furtiva sombra a mim pegada

Porque te arrastas dentro da memória
E te demoras dentro do meu ser
Porque não sais de vez da minha história
E deixas outra história acontecer

Porque me dói no peito o frio açoite
A solidão rondando ao ver-me assim
E de repente aqueces
Aqueces minha noite

Porque esta dor, és tu dentro de mim
Porque me dói no peito o frio açoite
A solidão rondando ao ver-me assim
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados