Eles Não Sabem Nada

MRN

Sexta-feira dia 13, é claro, eu Nill
Nill é meu nome, viu? (Nill)
Saí pela noite atrás de alegria
Com bons pensamentos na minha mente
E a certeza de encontrar só alegria
Pois só queria levantar o meu espírito
Indo a uma festa pra escutar o meu ritmo
E encontrar meus manos de fé
Ficar do lado dos meus irmãos
Mas tudo que pensei, só ficou na minha mente
Porque eles me enquadraram ao descer do ônibus
Te acusaram, te humilharam, te revistaram, Nil?
Foi por aí, tal
Mas eu não devia nada e nem de nada eu sabia
Porque aquele dia, só a alegria me perseguia
E você nem imaginava aquela [?]
Naquela hora, naquele puta astral, mano?
Pode crer
Mas isso não foi nada, o engraçado foi
A teoria daquele gambé me perguntando do fumo
E por que eu ria sem parar

Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem de nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem de nada

E ele falava que não estava achando graça
Na minha roupa, no meu boné
Você não é palhaço, mano
E queria me levar para averiguar
Por que eu ria sem parar
Ele queria era dinheiro
Aí eu não sei, só sei que irritei
E comecei a bater boca da mesma forma
Na ironia, eu dizia que só a alegria prevalecia
Naquela hora, mas
Era a alegria de estar bem comigo mesmo
Mas ele não entendia?
Não, ele achava que a alegria para mim
Vinha de um baseado
E que um tipo como eu
Não tinha motivos para andar alegre
Que gambé cabuloso, hein?
Pensei, pensei, enquanto ele me tirava
Decidi ignorar aquele guarda
Gente dessa raça não sabe o que é viver
A maldade forra seus sentimentos
A bondade deles é atirar daqui ou de lá
Filhas da puta, pá pá pá
Você agiu certo, mano
Correto, é dessa forma
Aí, desbaratina deles

Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem de nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem de nada

Escutem o que eu digo
Esses puto sem vergonha são autores de tudo
Digo e repito, quantas vezes for preciso
Suspeitos somos todos num crime cometido
Mas mesmo assim, os mais suspeitos são eles
Nesse mundo cheio de desigualdades
MRN canta a verdade com... Realidade
Aí você já vê, fica ligado que
Não podemos ter simpatia com esses guardas
Que não sabem de nada e que só te para
Pra tirar um barato da sua cara
(Foda-se a polícia)
Tudo que queremos é contar com vocês, irmãos
Quando te pararem, não reaja não
Faça nada, fale só na ironia
Com palavras, vocês estarão dando uma porrada de inteligência
Enquanto isso, Junior, Fresh e eu
Vamos cantando essa canção
Para passar aos outros irmãos
A verdade e a realidade que

Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem de nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem nada
Eles não sabem de nada
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados