Geração Maluca

Paulo César e Amorim

Este tema que eu abordo, sei que todo mundo saca
O assunto é conhecido já virou carne de vaca
Entre o pobre e o rico a difereça se destaca
A riqueza é a parte rica, a pobresa é a parte fraca
Muito embora esteja alerta
Diz que o pobre só acerto
Murro em ponta de faca

Deste jeito não tem jeito
O pobre não emplaca

Só é de mal pra pior que a vida modifica
A cada dia que passa a situação complica
São noventa e nove pobres pra uma pessoa rica
Barriga do pobre ronca que nem ronco de cuíca
Quanto mais a crise atucha
O bolso do pobre murcha
E a miséria estica

Desse jeito não tem jeito
O pobre só se estrumbica

Contra a imoralidade derrubaram a peteca
O negócio arrepia até cabelo de careca
Homem que era direito anda quebrando a munheca
Tem homem enfrentando cobra e fugindo de perereca
Veja quanta inovação
A mulher roda peão
E o homem brinca de boneca

Desse jeito não tem jeito
O mundo levou a breca

Esse mundo transformista é igual uma arapuca
Ele vai contagiando parece que tem açucar
Gente sem experiência mete a mão nessa cumbuca
E depois não tem mais jeito de sair dessa sinuca
A verdade nua e crua
Cada um está na sua
E faz o que lhe der na cuca

Desse jeito não tem jeito
Essa geração maluca
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados