Saudade de Itumbiara

Praião e Paulinho

Ao toque de uma sanfona, eu logo paro pra ouvir.
Pra matar minha saudade, do lugar onde nasci.
Saudade das serenatas que hoje é coisa rara
Saudade dos meus amigos, da minha Itumbiara.

Oh meu Rio Paranaíba
Lave a magoa do meu peito
E leve pra correnteza
O pranto desse sujeito
Que um dia saiu daí
A procura de sucesso
E sem saber na verdade
Que a maior felicidade
Sempre esteve ali tão perto

A Praça São Sebastião, com águas de cores lindas.
Sua fonte luminosa, o encanto das meninas.
A procissão pelo o rio, louvando Nossa Senhora.
Queria voltar no tempo, prá estar ali agora.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados